The only real voyage of discovery consists not in seeking new landscapes, but in having new eyes. Marcel Proust


domingo, 9 de fevereiro de 2014

Leitura de Shakespeare e Projeto 39

Cena de Ricardo III
Por que ao ler Ricardo III e Edward III tive a impressão de estar lendo novamente Ricardo II. Porque ambos fazem parte do mesmo período histórico. Se cruzam, um mato o outro para ascender ao trono, mas não entendi porque Shakespeare precisava escrever duas peças praticamente repetidas.

Ricardo III é aquele que quando é pego com as calças curtas diz: "Meu reino por um cavalo."
Ou seja, ele mata todo mundo e quando chega sua hora de morrer quer se safar, mas não há tempo e nem cavalo.
A disputa na sucessão se dá entre a família Lancaster x York  ou Plantagenet e por fim a dinastia Tudor.
Todos essas peças de Enriques, Ricardos e Eduardos retratam o longo período da Guerra das Rosas.
A casa de York representada pela rosa branca e a de Lancaster pela rosa vermelha. Conquistas e perda de território também são retratados entre Gales, Irlanda e França.
O ideal seria ler um pouco sobre a história da Inglaterra antes de ler as peças históricas de Shakespeare.  Não li na sequência histórica.

Para quem está em São Paulo o Projeto 39 prevê encenar as 39 peças de Shakespeare até 2023!
E o projeto já começou. Atualmente está em cena Ricardo III no CCSP
"O cronograma inclui uma média de três a quatro montagens anuais. Para 2014 já estão programadas "Tróilo e Créssida" (com Maria Fernanda Cândido), "Romeu e Julieta" (direção de Vladimir Capella) e "As Alegres Comadres de Windsor" (dirigida por Cacá Rosset). A ordem das outras está sendo definida. "
Estou quase terminando de ler todas a obra de Shakespeare. Projeto que iniciei com 8 anos de idade quando li Júlio César e Cleópatra e Romeu e Julieta.
Quem me dera estar em SP para ver a obra sendo encenada, pois em todos os meus anos de vida só vi  uma versão moderna de Romeu e Julieta, um Rei Lear e Sonhos de uma Noite de Verão. Por último, Hamlet para crianças.

2 comentários:

Claudio Motta disse...

Jeane, bom dia!
Tive o privilégio de ver 2x a montagem de RICARDO III e posso garantir que os caras mandaram BEM D+. A caracterização dos personagens, a escolha dos essenciais (Ricardo III tem 54, eles representaram cerca de 40 com 14 atores apenas) tudo contribuiu para apresentações memoráveis. Também sou bardolatra, também estou lendo todas as peças de Shakespeare e procuro assistir tudo q está em cartaz em SAMPA. No ano passado, o Sesc realizou uma série de 7 leituras de peças de Shakespeare (uma por mês) e foi bem legal também. Também houve uma apresentação de A Violação de Lucrécia (The Rape of Lucrece) por uma atriz do Royal Shakespearian Company. Quanto às outras peças, é esperar e correr para ver.
Abraço

Jeane Dalbo disse...

Claudio, que sorte sua morar em Sampa!