The only real voyage of discovery consists not in seeking new landscapes, but in having new eyes. Marcel Proust


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Show: Simili Laura Pausini

Resultado de imagem para laura pausini brasil 2016

Fui ver Simili de Laura Pausini na segunda no Citybank Hall. Para ir até o local, tudo bem. Fui de bus. Mas minha preocupação era voltar. Planejava sair antes para poder voltar de bus já que 23:30 parecia ser o último horário para voltar pelo mesmo caminho. Mas, no patio, esperando pela abertura encontro um casal de rapazes. Eles já haviam visto o show no domingo. Estavam procurando alguém que quisesse vender dois ingressos para ver de novo. Conseguiram por 75,00. Veja só, e eu paguei mais caro. Como a gente vai saber se vai ter ingresso sobrando? Tem gente que não tem medo de arriscar. Eu já não sirvo pra isso. Eles vieram de Uber e me convidaram para voltar com eles. Pelo menos até a Paulista. Mas depois um dos rapazes deixou eu ir até a República na mesma corrida, pois se chamasse outra só para mim seria mais caro. Insisti para pagar. Deixei meu telefone, mas ele não quis. Iria custar uns 12,00 por pessoa. Estávamos em três. Enquanto esperava abrir a porta para entrar no show consultei um taxi comum: 70,00. De Uber saiu pela metade. Não tinha baixado o app não pude usar Mas foi tudo bem nesse ponto. Fico muito grata aos rapazes pela gentileza. Ainda há pessoas gentis por ai. Há sim. Não desanimemos.

O show foi muito bom. Laura conversou bastante no seu português quase perfeito usando muitas expressões que devem ensinar a ela como: "poposuda", "só que não", entre outras que muitos que tentam aprender português levam anos para entender. Lembra Ivete Sangalo falando. Ela mesma admite que deve ter sido brasileira em outra vida, pois se sente assim e se preocupa com tudo que diz respeito ao Brasil. 

O fato de estar longe do palco só é ruim para ver melhor. Acho que de perto a emoção aflora mais. 
O som me pareceu muito alto e com reverberações. Incomoda o ouvido. Fico a pensar na filha que estava ali na plateia onde o som é mas alto ainda e mesmo quem está no palco. O esforço para cantar mais alto que o som e mais alto que o publico vai afinando a voz da Laura até ela ficar parecida com a voz da Barbi. Mas ela se recupera nas musicas lentas. 

De onde eu estava não dava para fazer nenhuma foto ou vídeo bons no escuro. Algumas pessoas tinham boas câmaras que filmavam no escuro. Eu ou não sei configurar ou não tinha nem pensado nisso. Preferi ver o show com meus olhos bem abertos. Uma moça do meu lado passou um bom tempo teclando no Whats. Assim como outros tantos filmando. Se fosse assim eu compraria o DVD que tem o show em muito melhor resolução. Não perderia meu tempo indo ver ao vivo. Mas revendo os videos acho que tem lá sua utilidade.

Embora eu não seja de ir ver shows em lugares imensos como os Halls da vida. Só abri essa exceção por ser da Laura, mas provavelmente não irei a mais nenhum hall ver show, musical ou qualquer coisa, pois são sempre de difícil acesso e tudo lá é caro. Para se ter uma ideia uma H2O custava 10,00.

Foi a primeira vez que vi um show de Laura. Acho que posso riscar esse item da lista de "primeira vez"

Laura não esquece de Hebe e dedica uma musica a ela.



Isso é estar pronto. vc. vai para o palco e toca com seu ídolo. Embora esse pessoal de fã clube veja ela antes do show e pode ser que já estivesse combinado.



No show de domingo teve um problema técnico e Laura ficou no palco conversando e cantando com fãs por 40 min. Foi um show a parte.

Nenhum comentário: